Detran-GO intensifica ações educativas e de fiscalização na Semana Nacional de Trânsito

0
12

Usar ou não o cinto de segurança? Respeitar ou ignorar a faixa de pedestre? Acelerar ou se render aos limites de velocidade, aproveitando melhor a viagem? São decisões aparentemente simples, mas que podem ter um impacto significativo na vida de todos que compartilham as vias públicas. Essa é a mensagem da Semana Nacional de Trânsito de 2017, que ocorre de 18 a 25 de setembro, e traz o tema “Sua escolha faz a diferença no trânsito”.

__________________________Publicidade______________________________________

CLICK AQUI E FAÇA SUA RECLAMAÇÃO OU PEDIDO DE SERVIÇO

http://radarcidadao.com.br/formosa/GO/home

________________________________________________________________________

Para celebrar e estimular a adoção de comportamentos seguros, por meio da conscientização, o Detran-GO mobilizou diversos parceiros e preparou uma extensa programação. Serão promovidas campanhas educativas, blitzes, flash mob, ação de guerrilha e um prêmio cultural para alunos e escolas da Região Metropolitana de Goiânia. As atividades têm como objetivo a propagação de informações úteis ao dia a dia de pedestres, ciclistas e condutores, o estímulo ao debate sobre a segurança viária e, principalmente, à reflexão sobre as responsabilidades individuais.

Ao longo do período, serão realizadas atividades em vários municípios, em parceria com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e prefeituras e secretarias municipais de trânsito. A maioria das ações serão em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis, que segundo levantamento do Goiás Mais Competitivo e Inovador, são as cidades que concentram o mair número de óbitos no trânsito, totalizando 43,83% das fatalidades. Nos três municípios também será intensificada a fiscalização por meio do programa Balada Responsável, que busca inibir a combinação de álcool e direção.

Dados preliminares do Datasus apontam que, em 2015, 1.837 pessoas morreram em decorrência de acidentes de trânsito em Goiás. “O número apresenta um avanço em relação à 2014, quando foram registradas 2.110 mortes, mas é intolerável, especialmente, quando sabemos que grande parte desses acidentes poderiam ser evitados com a simples observância das leis de trânsito”, pondera o presidente do Detran-GO, Manoel Xavier Ferreira Filho.

Ele argumenta que o tema da Semana Nacional de Trânsito não poderia ser mais oportuno, por tratar das escolhas diárias que são feitas por pedestre, ciclistas e condutores. “Quando escolhemos usar o cinto de segurança, respeitar a faixa de pedestre ou não dirigir falando ao celular estamos escolhendo o tipo de trânsito que queremos. Se os índices de mortes estão altos, podemos mudá-los, fazendo as escolhas certas”, finaliza.

Fonte: DG