Xarope para combater tosses e alergias respiratórias

0
117

 

PLANTAS USADAS

Cambará

Assa- Peixe branco ou Roxo

Flores da Lobeira

Ingrediente:

–  15 Folhas de assa peixe (Vernonanthura phosphorica);

– Um punhado  de folhas, talos e flores de  cambará (Lantana cambara) ;

-15  Flores de lobeira (Solanum lycocarpum St)

– 500 ml de água;

– 300 mg de açúcar mascavo ou rapadura.

– usar em uma panela média inox ou ágata com tampa.

– Uma colher para mexer os ingredientes;

– Um frasco  esterilizado e com tampa para guardar o remédio pronto.

Obs: Toda planta para  ter bom efeito como remédio deve ser colhida antes do sol sair ou bem após ele se por. Antes de  ser lavada a planta deve passar por uma revisão para retirar toda a impureza e descartar folhas, talos e flores  que apresentar quaisquer  lesão ou deformidade.

Modo de Fazer:

-Lavar as folhas e talos do assa-peixe e do cambará  e deixar descansando até escorrer toda a água.

–  Observar as flores da lobeira,  que não devem ser lavadas, apenas observar e retirar possíveis partes estragadas e assim como algum pequenos bichinhos que aproximam para se alimentar do néctar.

-Colocar a panela com a água para ferver em fogo branco, após fervura, abaixar o fogo e adicionar o açúcar mascavo ou rapadura. Deixar ferver até obter  uma calda consistente.  Adicionar as folhas e talos das plantas, mexendo com uma colher misturar  deixar ferver por uns 5 minutos tampada, destampar  e adicionar as flores,   mexer rapidamente os ingredientes e tampar novamente , desligar o fogo.

Deixar reservado e tampado ate esfriar.                                                                    – -Coar, colocar em um  recipiente limpo, seco e com tampa .                                        Deve ser consumido antes de 7 dias.                                                                        Tomar entre uma colher de chá a uma colher de sopa de acordo com a idade de quem fará uso do melado.

Não se esqueça de que muitas plantas podem ter nomes populares iguais, por esta razão  é importante conhecer o nome cientifico e consultar a imagem das mesmas.

Zilma de Melo

Bióloga e Jornalista