Se isso não é crime ambiental…o que será?

0
779

À medida que o tempo passa, o meio ambiente vai ganhando novos aspectos, “para pior”. Se visto o antes e o agora, nada é do mesmo jeito. A matéria traz novamente como destaque o cenário de degradação de um dos importantes bens naturais de Formosa.                                                                                                                        Discutida das mais diferentes formas, a degradação da Mata da Bica voltou a ser assunto, desta feita as erosões causadas por uma empresa para construção de galerias nas ruas 01 do Parque Beatriz, Rua Isper Gebrim e Avenida Cristalina.

Toda poluição ambiental presenciada prejudica o funcionamento do ecossistema, chegando a matar várias espécies da fauna e flora.  E agora com a construção de novas galerias, novo problema aparece e esse mais agravante, pois segundo o secretário municipal de meio ambiente Gustavo Marques que  declarou “vamos implantar um sistema de gabião para receber a água que desce dos bairros, pois fica mais barato”. Ao que parece não demonstrar interesse em proteger a mata, mas sim, economizar para os cofres públicos. O que é um sistema gavião? Uma proteção feita com pedras e telas de ferro. E no TAC  em sua Clausula  quinta, Item 3.6 consta que seria a implantação de galerias e não esse sistema apresentado pelo secretário. Com esse projeto que está sendo construído estará matando várias nascentes que abastecem o Rio Preto, Lagoa Feia, Córrego Josefa Gomes e um dos mais importantes afluentes do Rio São Francisco, sem contar que após o término desse gabião, a água despejada continuará a abrir erosões em seu curso.