Servidores municipais paralisam atividades

0
98
Foto Sinprefor

Quinta- feira (2) movimentada na Praça Rui Barbosa em Formosa- Goiás. Servidores municipais indignados com as negativas do poder público realizaram uma assembleia para em conjunto tentar encontrar uma solução para o impasse.

Foto Sinprefor

De acordo com a presidente  do SINPREFOR Suyenne Borges, os funcionários estavam reunidos  em frente a prefeitura para reivindicar negociações com o prefeito  Ernesto Roller (MDB). Os servidores cobram mais celeridade no que se refere ao pagamento da mudança de nível e titularidade do magistério, Progressões da Guarda Municipal, revisão da tabela salarial do administrativo e da saúde, concessão do abono de 5 (cinco) dias aos trabalhadores, revisão do adicional insalubridade dos servidores da saúde e da garagem e enquadramento protocolizados há mais de cinco anos que estão engavetados e a revogação do Decreto 1669/14 de 26 de agosto de 2014 que suspende o direito dos servidores públicos de usufruir a licença-prêmio, e se não houver negociação vão paralisar as atividades  durante os próximos três dias úteis.

Na próxima quarta-feira (8) após apresentação  das respostas do executivo municipal e se não houver acordo irão realizar uma grande passeata na Rua Visconde de Porto Seguro, contra as medidas do Governo de Formosa, e em seguida se reunirão em assembleia para decidir se haverá greve ou não.
Segundo a presidente do sindicato “os servidores entenderam a necessidade de paralisação de três dias que começa  sexta-feira (03), segunda-feira (6) e terça-feira(7) respeitando tudo dentro da legalidade”, e conclui  pontuando, “a paralisação não é um ataque a população de Formosa é uma forma de repudiar a situação que o servidor se encontra no município e os cortes que estão sendo feitos desde 2013 e está permanecendo nesta gestão o pacote de maldades”.

Waldemar Maciel

Jornalista
Com informações Sinprefor