PSORÍASE: Conheça os sinais da doença

0
99
Uma mancha avermelhada que pode descamar. Esse é o aspecto da psoríase, uma doença de pele que pode atingir qualquer pessoa em qualquer idade. Estima-se que 30 a 40% dos casos estão ligados a tendências genéticas para desenvolver a doença. Contudo, ainda não há uma causa determinante do quadro. A dermatologista, Renata Figueira, menciona os principais sinais da patologia.
“Ela é uma doença que provoca manchas na pele de cor vermelha – pode ser placas lesões um pouco maiores – com muita descamação. Ou seja, fica soltando ‘pelinha’ da pele. E essa descamação pode ser tanto de cor branca como prateada. É muito localizada nos cotovelos, nos joelhos…. Embora também pode ocorrer no couro cabeludo ou em outras localizações. As unhas também podem ser afetadas. As lesões podem coçar (mas não necessariamente), quando for mais grave elas podem doer, e a pele ficar mais ressecada”.
O aspecto das lesões por vezes faz com que pessoas que convivem com psoríase sejam vítimas de preconceito. O autônomo Samuel Marques, de 48 anos, convive com a psoríase palmo-plantar – ou seja, nas palmas das mãos e nas plantas dos pés – há doze anos e por doze anos convive com olhares preconceituosos.
 “Principalmente a minha por ser na palma da mão, quando você vai cumprimentar alguma pessoa ela já logo olha e vê a lesão. E muitos acham que é uma lesão que pega através de contato. Mas hoje, assim, as pessoas ao meu redor – amigos e conhecidos – não têm tido nenhum tipo de problema em relação a preconceito”.
 
Vale lembrar que a psoríase não é contagiosa! Até o momento, não existe cura para a doença. Porém, quanto mais cedo é feito o diagnóstico, maiores as chances de controlar as lesões. Ao surgirem sinais de coceira, vermelhidão ou descamação nas mãos, pés, cotovelos ou outras regiões, procure uma Unidade de Saúde para que o encaminhamento necessário seja feito. Saiba mais no Blog da Saúde no endereço: blog.saude.gov.br.

Reportagem, Aline do Valle.