Parkinson – Sintomas motores

0
8
Criador:LCOSMO Crédito:Getty Images/iStockphoto Direitos autorais:This content is subject to copyright.

Os sintomas motores da doença de Parkinson são os que fazem o paciente suspeitar de que existe algo de errado e a procurar ajuda médica. Dentre eles, podemos destacar os tremores, que acontecem principalmente no repouso, piorando em situações estressantes.

Vamos saber mais sobre essa doença?

A doença de Parkinson é um distúrbio neurológico do movimento, progressivo e degenerativo que afeta aproximadamente milhares de pessoas. Embora seja muito mais comum em pessoas acima de 60 anos, o número de pessoas mais jovens diagnosticadas com a doença está aumentando.

_______________________________

          CLICK E BAIXE NOSSO APP

Rádio Formosa de Ponta

Conforme a doença de Parkinson avança, ela se torna cada vez mais incapacitante, tornando difícil ou impossível a realização de atividades diárias simples, como tomar banho ou se vestir. Muitos dos sintomas da doença de Parkinson envolvem o controle motor, a capacidade de controlar seus músculos e movimento.

Os quatro principais sintomas da doença de Parkinson são:

  • Tremor (agitação involuntária e rítmica de um membro, cabeça ou corpo inteiro) – o sintoma mais reconhecido da doença de Parkinson, o tremor, muitas vezes começa com um tremor ocasional em um dedo que eventualmente se espalha para o braço todo. O tremor pode afetar apenas uma parte ou lado do corpo, especialmente nas fases iniciais da doença. Nem todo mundo com a doença de Parkinson tem tremor.
  • Rigidez (rigidez ou inflexibilidade dos membros ou articulações) – a rigidez muscular, experimentada com a doença de Parkinson, muitas vezes começa nas pernas e pescoço. A rigidez afeta a maioria das pessoas. Os músculos se tornam tensos e contraídos, e algumas pessoas podem sentir dor ou rigidez.
  • Bradicinesia ou acinesia (lentidão de movimentos ou ausência de movimento) – bradicinesia é um dos sintomas clássicos da doença de Parkinson. Ao longo do tempo, uma pessoa com Parkinson pode desenvolver uma postura inclinada e uma caminhada lenta, arrastada. Eventualmente eles também podem perder sua capacidade de iniciar e se manter em movimento. Depois de vários anos, podem experimentar a acinesia, ou “congelamento” e perder totalmente os movimentos do corpo.
  • Instabilidade postural (deficiência de equilíbrio e coordenação) – uma pessoa com instabilidade postural pode ter uma posição inclinada, com a cabeça inclinada e ombros caídos. Eles podem desenvolver um encurvamento para a frente ou para trás e podem ter quedas que causam ferimentos. Pessoas com um encurvamento para trás têm uma tendência a “retropulsão”, ou andar para trás.
  • Foto: Direitos autorais:This content is subject to copyright.

CAUSAS E FATORES DE RISCO

A doença de Parkinson é causada pela degeneração de uma pequena parte do cérebro chamada substância nigra. Conforme morrem os neurônios na substância nigra, o cérebro torna-se privado do químico dopamina.

A dopamina permite que as células do cérebro envolvidas no controle de movimento se comuniquem e a redução dos níveis de dopamina leva aos sintomas da doença de Parkinson. De acordo com a National Parkinson Foundation, 60-80% da produção de dopamina células são perdidas, mesmo antes de aparecerem os sintomas motores da doença de Parkinson. 3

A doença de Parkinson torna-se cada vez mais incapacitante ao longo do tempo. Se você sofre da doença de Parkinson, você pode ter problemas ao realizar atividades diárias como levantar de uma cadeira ou mover-se pela sala. Conforme a doença progride, algumas pessoas precisam usar uma cadeira de rodas ou ficar de cama permanentemente.